Artigos





A Noite do Pijama

17/11/2011 Ana Elisabeth Santos de Oliveira Lima


Fazer a diferença na hora de criar entretenimento saudável é a meta que temos. Com a diversidade de coisas que uma criança ou adolescente tem hoje a disposição, o foco passa a ser a socialização, a troca e a brincadeira. A “Noite do Pijama” tem de tudo um pouco, e muito mais, porque as atividades são planejadas para permitir o máximo divertimento, sendo que o ponto alto é o fato de que só dormem quando chegam ao limite das forças – coisa que no dia a dia não acontece. Via de regra, os pais estão no limite de suas forças e a garotada ainda está cheia de animação.

Nesta noite, as crianças aprendem a dormir fora de suas casas e a fazer refeições junto a seus amigos. Tudo é organizado na hora. Colchonetes no chão, cobertas, roupas. O principal é brincar e fazer coisas fora dos horários tradicionais. Um dos pontos altos é o banho de piscina noturno. Mas várias outras atividades tem seu destaque, como a caça ao tesouro com lanterna, andar na rua a noite, jogar na praça com a lua no céu. Tudo deve ser diferente. Milhares de neurônios são ligados em uma só noite. São muitas situações-problema oferecidas.

Professores e administração atuando com total sintonia. Todos ajudam na organização geral da alimentação. Músicas, filmes, jogos de tabuleiros e computadores colocados para todos. As idades se misturam e todos ajudam a todos.

Os bem pequenos ainda querem saber se os pais voltam e as mamadeiras são rejeitadas. Querem utilizar os copos e pedem que os pais permitam que eles fiquem a noite toda. Ficam bem e felizes. Vejam as fotos na Galeria de Fotos.



Comentários


Nenhum comentário


Inserir comentário




"A Chave do tamanho foi aonde tudo para mim começou ... foi aonde dei os meus primeiros passos , rumo a um grande passo: o meu futuro. Esta escola foi determinante na escolha de minha carreira profissional e na formação de meu caráter. complementando : o mais importante , a meu ver , está no fato de que , através da Chave , pude desenvolver o meu raciocinio , minha dinâmica de grupo,e foi nesta escola que vivi os melhores momentos de minha infância , que lembro com muito carinho . Tenho um amor incondicional por esta escola e pelos educadores que nela estão . Acredito que colocar seu filho na chave significa proporcionar a ele o que há de melhor a nivel educacional .Só tenho a agradecer à minha escola eterna : muito obrigado "

Mariana Penna Franco da Cunha, 29 anos, Médica
REFFER - Soluções para Internet

Copyright 2009 © - Todos os Direitos Reservados